Sobre

Casarão Floresta movimenta a cena noturna do Cosme Velho

 

“Unir ambiência tropical aos sons, matizes e modas urbanas”, esse é um dos objetivos do Casarão Floresta, que têm ajudado a consolidar um circuito de atividades noturnas no bairro do Cosme Velho.

O Casarão tem aberto suas portas para projetos que trazem novos ares para a “night carioca” tomado fôlego para competir com outros bairros conhecidos na noite carioca, como Copacabana, Ipanema, Botafogo e o centro da cidade. Com festas e eventos maiores todos os finais de semana, o Casarão Floresta permite que o público circule por um espaço amplo e aproveite o cardápio especial do “Floresta Bistrô”. “O público fica muito a vontade, pode comer nossos hambúrgueres gourmet com as cervejas artesanais da casa e circular pelos estúdios de música que viram pistas de dança. Além de apreciar a vista da mata atlântica e do Cristo Redentor em nossa área aberta”, detalha Priscila Seixas, uma das Coordenadoras da programação.

O burburinho no local começou no ano passado, com uma agenda de eventos de carnaval. O Casarão Floresta virou uma das “casas” mais procuradas pelos blocos de carnaval, como foi o caso do “Vem cá minha flor”, “Desce, mas não Sobe”, “Céu na Terra”, “Desliga da Justiça” e “Afrojazz”. Dentre as festas regulares, a “Realmente Som” reúne bandas do circuito alternativo do rock, pop e jazz, além da festa “Café preto”, que faz um mix da galera que curte tatuagens, grafitte e música eletrônica.

Buscando criar uma nova cena para as festas LGBT, as festa KIKI e Velvet acontecem mensalmente no Casarão Floresta, com house, pop, drags e muito agito. “A ideia é que as festas tenham uma sobrevida nas redes sociais, com conteúdo quase diário, como fazemos com a festa KIKI, que realiza ensaios fotográficos, ações na praia e muita interação no instagram e facebook”, complementa Thiago Ramires, que também coordena a programação.

O Estúdio Floresta, onde ensaiam Maria Bethânia, Maria Rita, Caetano e mais uma boa parte da nata da MPB é reduto da música e de artistas em geral, como é perceptível nos eventos que já passaram pelo casarão do produtor Cassius Augusto – as festas 06do05 e 08do07, que não tem nome fixo e levam como título a data em que acontecem. “O Casarão abraça a classe artística e de entretenimento, entendendo os modismos e fomentando o que é bacana na cidade. Falta não só espaço para a música no Rio, mas para outras expressões em geral”, afirma Rafael Gualhardo, Diretor do estúdio.

O “Floresta”, como é conhecido pelo público, também realiza rodas de samba, forró e eventos de música variados. Vale muito a pena conferir!

Serviço

Casarão Floresta

Rua Conselheiro Lampreia, 115, Cosme Velho

Eventos todas as sextas e sábados

Consulte a programação: https://www.facebook.com/casarao.floresta.3

 

Anúncios